• ANPTrilhos lança 2ª fase da campanha de valorização do transporte urbano sobre trilhos

Notícias CTB

25/03/2019 16:50

VLT do Subúrbio é tema de reunião entre Sedur e o consórcio Skyrail Bahia.

Representantes do consórcio Skyrail Bahia, empresa que será responsável pelo VLT Monotrilho do Subúrbio Ferroviário de Salvador, estiveram na Sedur, nesta terça (19), para discutir o andamento dos processos para futura instalação do modal. Recebidos pelo secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito, e sua equipe técnica, os representantes do consórcio, composto pelas empresas BYD Brasil e Metrogreen, destacaram a capacidade de transporte e integração do modal.

Após a assinatura do contrato, em fevereiro de 2019, a previsão é que a obra tenha início em até seis meses. “Queremos chegar o mais rápido possível ao nosso objetivo de implantar esse novo sistema e assim beneficiar a população dessa importante região de Salvador, o Subúrbio Ferroviário, com um transporte moderno, tecnológico, rápido e seguro”, disse o secretário da Sedur.

"Esse projeto é a ‘menina dos olhos’ da BYD, já que o VLT- Monotrilho do Subúrbio será o primeiro modal do tipo monorail a ser implantado pela empresa fora da China.Temos certeza de que será algo primoroso e pretendemos replicar esse projeto em outros países", afirma Alexandre Barbosa, diretor técnico da BYD Brasil.

Além do secretário da Sedur, o chefe de gabinete da pasta, Antonio Carlos Dultra, a superintendente de Mobilidade da Sedur, Grace Gomes, o presidente da Companhia de Transportes da Bahia (CTB), Eduardo Copello, e o presidente da BYD Brasil, Tyler Li, participaram do encontro. A empresa chinesa BYD é considerada pioneira na fabricação de veículos elétricos e placas fotovoltaicas, além de ser referência na produção de energia limpa e renovável no mundo.

VLT Monotrilho do Subúrbio

O Sistema de Veículo Leve de Transporte (VLT), ligará o Comércio, em Salvador, até a Ilha de São João, no município de Simões Filho e será integrado ao metrô da capital baiana. Com cerca de 20 quilômetros de extensão, 22 estações e capacidade para transportar cerca de 150 mil usuários por dia, o VLT será do tipo monotrilho, movido à propulsão elétrica, sem emissão de agentes poluentes que prejudicam o meio ambiente. O sistema irá substituir os trens que fazem a linha da Estação da Calçada ao bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário, beneficiando os mais de 600 mil moradores da região
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.